Blog PET

< voltar
10.06.2021 | Mundo Pet

Estudos apontam que cães podem identificar o coronavírus

Segundo pesquisa, animais são capazes de detectar o coronavírus por meio do faro. Saiba mais!

Testes rápidos, sorológicos, moleculares e muitos outros têm se tornado cada vez mais comuns no nosso dia a dia. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, maneiras ágeis e eficazes de detecção da doença são necessárias para a nossa saúde e biossegurança. Você sabia que os cães farejadores são excelentes alternativas na identificação da COVID-19?  

94% de eficácia na detecção da doença:

Segundo pesquisa realizada na Alemanha, na Escola Superior de Medicina Veterinária de Hannover, foi verificado que cães farejadores são capazes de identificar o novo coronavírus com  precisão de cerca de 94%. Após a realização de um treinamento, os cães de serviço das Forças Armadas Alemãs deixaram de detectar corretamente a presença do causador da COVID-19 em apenas 6% das 1012 amostras apresentadas. Para saber mais sobre a pesquisa, clique aqui.

Outro estudo, realizado na Inglaterra com seis animais treinados, concluiu  que além de eficientes, os cachorros são extremamente rápidos na identificação da doença. Com 94% de acerto, os cães foram capazes de constatar o vírus em menos de um segundo. Você pode verificar o estudo clicando aqui. 

Outro fator que impressiona em ambos os estudos é que os animais mantiveram a taxa de acerto mesmo em casos de pessoas assintomáticas ou que apresentavam baixa carga viral. 

O faro dos cães 

Os cachorros surpreendem por suas características, como inteligência, audição aguçada  e lealdade. Mas uma das habilidades que mais chama a atenção é o faro apurado dos pets, que supera o olfato humano em cerca de 250 milhões de células receptoras do olfato. 

Considerado um órgão perfeito, o adorável focinho canino conta com células olfativas inteligentes e tem um formato que faz com que o animal inspire por um canal e expire pelo outro. Por esse motivo, os animais são capazes de identificar até mesmo a direção de origem dos odores. 

Outro fato surpreendente é que os cachorros são capazes de reconhecer o cheiro de alguns hormônios  por meio do órgão vomeronasal. Essa habilidade faz com que o pet identifique até mesmo emoções humanas.  

Leia também: 

Cachorros e gatos podem pegar o novo coronavírus? 

Gostou do material especial que a Organnact preparou sobre capacidade olfativa dos cães na identificação do coronavírus? Então continue acompanhando o nosso blog e fique atento a mais conteúdos como este!

CATEGORIAS DO BLOG
PESQUISAR
ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

Veja Também