Blog PET

< voltar
16.10.2020 | Mundo Pet

Meu cachorro se feriu, e agora?

Ficar calmo e manter o pet calmo é o primeiro passo. Veja algumas dicas de primeiros socorros para cães feridos

Tutores de cães sabem que eles podem ser bastante proativos e elétricos. Embora isso não seja um problema (pelo contrário, a alegria deles pode ser bastante contagiante), muitas vezes toda essa energia acumulada pode causar acidentes, como quedas ou batidas. 

Quando o cão está ferido, é importante prestar os primeiros socorros, assim como ocorre com os humanos. Entretanto, os primeiros socorros para cães exigem alguns cuidados diferentes que devem ser levados em consideração.

Primeiros socorros

Cães podem se ferir de diversas maneiras, seja em brigas com outros cachorros, quedas ou feridas feitas por eles mesmos ao se coçarem ou se morderem, por exemplo. Independentemente de qual seja o caso, é importante estar atento para evitar maiores problemas.

Primeiro, os cuidados mais básicos:

  • Não remova objetos que estejam perfurando a pele do animal. Isso pode piorar a situação
  • Estanque sangramentos muito grandes com a ajuda de um pedaço de pano. Perder sangue pode ser perigoso
  • Evite movimentar a coluna ou os ossos do animal para não causar alguma perfuração ou algo do tipo.Se precisar movimentá-lo, use alguma prancha ou tábua de madeira

Mantendo essas situações mais urgentes sob controle, outros cuidados devem ser tomados levando em consideração a natureza e os instintos do pet:

  • Por mais dócil que seja, seu pet pode ficar confuso e nervoso com a situação, o que pode ocasionar mordidas em quem está tentando ajudar. Se esse for o caso, uma boa ideia, caso você não tenha uma focinheira, é improvisar uma mordaça de pano em volta da boca dele, sem prejudicar sua respiração. Além disso, manter um ambiente calmo para tentar deixar o animal o mais relaxado possível também ajuda.
  • Ao contrário dos seres humanos, o animal não pode falar onde está doendo, então é importante levar em consideração a palavra de testemunhas do acidente, evitando assim piorar a lesão na busca. 
  • Por fim, todo o atendimento deve ser feito por um veterinário- de preferência o mais próximo do local do acidente, para garantir agilidade 
CATEGORIAS DO BLOG
PESQUISAR
ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

Veja Também