< voltar
07.07.2022 | Cuidados

Como cuidar de gatos idosos?

gato idoso

Os gatos a medida que envelhecem necessitam de cuidados especiais 

Muitos gatos idosos ainda são bem ativos e saudáveis, mas requerem cuidados especiais à medida que envelhecem. A expectativa de vida média de um gato é de cerca de 15 anos, mas esses felinos podem viver até 20 anos ou mais.

Além de ficar atento à idade do gato, você deve começar a observar algumas mudanças físicas e comportamentais que são exclusivas dos animais idosos. Continue lendo o texto a seguir para saber como cuidar melhor do seu pet. 

Sinais de envelhecimento dos gatos

Os primeiros sinais de envelhecimento geralmente começam por volta dos 7 anos. Os gatos são considerados idosos aos 12 anos e geriátricos a partir dos 15. 

É importante estar atento à saúde do seu gato e algumas mudanças de comportamento. Fadiga, dificuldades de visão e audição são alguns dos problemas que os gatos mais velhos têm maior probabilidade de desenvolver e requerem cuidados extras. Portanto, fique atento aos seguintes sinais: 

  • Queda nos níveis de energia: gatos mais velhos podem ter menos interesse em correr, são mais reclusos e tendem a dormir mais do que o habitual, o que pode levar à obesidade. 
  • Alterações no apetite: podem ter menos apetite, porque começam a perder o olfato e o paladar. 
  • Mudanças comportamentais: desorientação, ansiedade ou problemas nas articulações que restringem o gato de fazer algumas atividades diárias comuns, como arranhar postes de brinquedo, usar a caixa de areia ou pular em superfícies altas. 
  • Pelos: começam a ficar grisalhos e perdem o brilho e qualidade, aumentando os riscos de infecção na pele. 
  • Baixa imunidade: o metabolismo fica mais lento, a absorção de nutrientes diminui e o gato começa a ficar doente com mais frequência. Aumento da vontade de urinar ou aumento da ingestão de água são sinais de alerta de problemas urinários. 

Gatos idosos: quais cuidados eles precisam

Cuidar de um gato mais velho pode ser um desafio, mas com um pouco de paciência e amor, seu amigo peludo viverá uma vida feliz e saudável.

Aqui está uma lista de alguns dos cuidados que você deve ter com seu gato sênior: 

Alimente-os com qualidade

Se o seu gato está acima do peso, converse com o médico-veterinário sobre uma dieta adequada. Os idosos precisam de uma ração específica que tenha os nutrientes para essa fase da vida. A alimentação úmida natural é uma ótima opção, principalmente para gatos com paladar exigente. 

Forneça bastante água aos gatos idosos

Os gatos são mais predispostos a doenças renais, certifique-se de que ele está tomando água o suficiente ao longo do dia. Não deixe de consultar seu veterinário se tiver dúvidas sobre a quantidade de água que ele precisa. 

Providencie um ambiente seguro para evitar acidentes

Os gatos gostam de pular, mas sua mobilidade não é tão boa quanto antes. Certifique-se de que todos os móveis tenham uma base resistente para não tombar e que as janelas estejam protegidas por telas seguras. Coloque rampas para facilitar a passagem para locais mais altos e deixe em fácil acesso as caixas de areia e os comedouros. 

Leve-os ao veterinário

As visitas anuais devem aumentar com a idade. Leve seu pet para uma avaliação completa a cada 6 meses. 

Mantenha suas vacinas em dia

Muito importante para evitar doenças como toxoplasmose e leucemia felina (FELV). 

Escove os gatos idosos mais vezes

Gatos idosos têm mais dificuldade em lamber-se. Por isso, os pelos tendem a se acumular. Procure escová-los com mais frequência, isso também costuma ser uma atividade relaxante para eles. 

Caso suspeite que seu gato tenha alguns dos sinais listados, leve-o ao veterinário, o diagnóstico precoce pode evitar que certos problemas se agravem. 

Agora que você conhece algumas dicas para cuidar de gatinhos mais velhos, acesse o blog Organnact para conhecer mais conteúdos sobre o mundo dos felinos.

CATEGORIAS DO BLOG
PESQUISAR
ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

    Veja Também