Blog PET

< voltar
01.02.2022 | Cuidados

Anemia em cachorro: fique de olho e mantenha seu pet saudável

Saiba quais são os tipos da doença e como identificá-la 

A anemia é uma doença definida pela diminuição no volume das hemácias – células sanguíneas que também são conhecidas como “glóbulos vermelhos”. Saiba quais são os tipos de anemia e os sintomas que você pode observar em seu bichinho de estimação: 

Os sintomas da anemia em cachorro

As principais manifestações clínicas de um animal com anemia incluem mucosas pálidas ou amareladas (ictéricas), apatia, diminuição do apetite e intolerância ao exercício. 

A detecção 

A anemia pode ser detectada por exames de sangue. A diminuição do volume globular médio e/ou concentração de hemoglobinas ou contagem de hemácias abaixo do valor de referência podem indicar a doença. Os diversos tipos de anemia em cachorro podem ser causados por fatores nutricionais, genéticos, imunológicos, hemorrágicos ou por causa de doenças crônicas. 

Anemia regenerativa e anemia arregenerativa 

As anemias são classificadas como regenerativas ou arregenerativas: 

Anemia regenerativa 

A anemia é considerada regenerativa quando é possível detectar a presença de reticulócitos no sangue – hemácias imaturas que são liberadas pela medula óssea. Normalmente, essa condição é observada em casos de hemólise ou perda de sangue (hemorragias). 

Anemia arregenerativa 

A anemia é considerada arregenerativa quando os reticulócitos não são detectados ou estão em quantidade baixa. Essa condição é observada em quadros inflamatórios e/ou infecciosos, aplasia medular e deficiência de ferro.  

Tipos de anemia 

Anemia regenerativa hemorrágica 

Causada por perda de sangue aguda ou crônica. Neste caso, a medula óssea, responsável pela produção de células vermelhas, funciona normalmente, e no caso de contenção da hemorragia, recupera o que foi perdido. 

Causas: traumas, cirurgias, úlceras gastrointestinais, verminoses, infestação por ectoparasitos (carrapatos, pulgas e piolhos). 

Anemia regenerativa hemolítica 

Ocorre quando as hemácias são destruídas precocemente, sem que seu ciclo de vida seja completo. 

Causas: doenças autoimunes, babesiose (doença do carrapato), leptospirose, entre outras. 

Anemia arregenerativa por deficiência nutricional 

É comum, em situações de deficiência de nutrientes, apresentar concentração insuficiente de hemoglobina no sangue. Geralmente está relacionada à deficiência de ferro, vitamina B12 e ácido fólico, presentes em muitos processos fisiológicos, desde a síntese de proteína até a coagulação sanguínea. 

Anemia Ferropriva 

Esse tipo de anemia em cachorro é caracterizada pela deficiência de ferro no organismo e geralmente está associada à deficiência nutricional. O ferro é um nutriente essencial para cães, além de ser um importante componente da molécula de hemoglobina, responsável por transportar oxigênio do sangue para os órgãos e tecidos. Desta forma, sem ferro em quantidades suficientes, os glóbulos vermelhos transportam menos oxigênio para o corpo do animal. 

Nos cães filhotes, as principais causas da deficiência são o aumento da demanda de ferro na fase de vida e ingestão insuficiente, devido à baixa disponibilidade do mineral na dieta, por conta da alimentação restrita ao leite materno. Já nos adultos, a causa mais comum de anemia ferropriva está relacionada a quadros de hemorragia crônica. É comum cães apresentarem hemorragia do trato gastrointestinal (TGI), causada por neoplasia (massa de tecido anormal), úlceras gástricas ou endoparasitos, além de intensa infestação por ectoparasitas. 

Os sinais de carência de ferro são inespecíficos, sendo necessário realizar exames laboratoriais para a confirmação do diagnóstico. No entanto, é comum os cães apresentarem sinais como cansaço, desânimo, fraqueza, anorexia, aumento da frequência cardíaca, palidez de mucosas, diminuição do apetite, entre outros. 

Diagnóstico e tratamento 

O diagnóstico de anemia em cachorros é realizado pelo médico-veterinário, por meio da anamnese e de exames laboratoriais, como o hemograma. O doseamento da ferritina é importante para averiguar o estoque de ferro no organismo. O tratamento é definido de acordo com a causa da anemia, por isso, se o animal apresentar sinais clínicos, procure um profissional de sua confiança! 

No blog da Organnact, você encontra mais dicas para cuidar do seu filhote de quatro patas.

CATEGORIAS DO BLOG
PESQUISAR
ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

    Veja Também

    Desenvolvido por: Jobspace