Blog PET

< voltar
02.07.2021 | Cuidados

5 cuidados necessários com cães e gatos recém-nascidos órfãos

Pets recém-nascidos em casa? Confira as dicas que a Organnact preparou a seguir! 

Adotar um novo filhote é sempre um desafio, e, no caso de pets recém-nascidos órfãos, os cuidados precisam ser ainda maiores. Seja na adaptação do ambiente, na dieta ou nos estímulos, é necessária a prática de medidas básicas para assegurar o bem-estar e a saúde dos pequenos cães e gatos que acabaram de chegar ao mundo.  

Confira a seguir o material que a Organnact preparou com 5 cuidados necessários com filhotes recém-nascidos órfãos. 

 1.Ofereça a alimentação correta para os recém-nascidos

No momento inicial da vida do filhote, ele, idealmente, estaria sendo amamentado por sua mãe e recebendo os nutrientes necessários através do leite. Por esse motivo, a alimentação dos recém-nascidos órfãos é um dos pontos de maior atenção.   

Escolha um leite adequado, que vai suprir as necessidades do filhote nesse momento tão delicado. O alimento deve ser administrado com o auxílio de uma mamadeira ou seringas próprias para este fim. Em geral, os animais devem mamar a cada duas ou três horas nas primeiras semanas de vida, aumentando o intervalo semanalmente até o início do desmame, que deve ocorrer a partir do primeiro mês. Mas atenção, essas recomendações  variam conforme o tamanho e peso do pet – então  consulte um médico-veterinário.

2.O ambiente é muito importante

Cuidados com o ambiente em que o recém-nascido será inserido  são essenciais para assegurar a saúde do pet. Por não conseguirem regular a temperatura corporal, um dos principais riscos é a hipotermia. 

Por esse motivo, é indicado que o ambiente do cãozinho ou gatinho esteja acima dos 20ºC e conte com mantas e almofadas quentes, confortáveis e limpas. Bolsas de água quente e lâmpadas podem auxiliar a manter a temperatura certa, mas tome cuidado para evitar queimaduras.  

 3.Mantenha os recém-nascidos sob supervisão 

Estar sempre atento aos recém-nascidos órfãos é de vital importância para garantir a segurança e a saúde dos pets. Verifique a alimentação, a movimentação e até mesmo a respiração dos animais sempre que possível. Sinais clínicos como vômitos e diarreias podem representar perigo e devem ser reportados ao médico-veterinário imediatamente.

4.Ajuda para a evacuação é necessária 

Você sabia que cães e gatos filhotes precisam de auxílio para fazer xixi e cocô? Quando contam com a presença da mãe, eles recebem lambidas que ajudam na estimulação do funcionamento intestinal e urinário. No entanto, em casos de animais órfãos, é necessário auxiliar o filhote neste processo.  

Durante as primeiras semanas, com a ajuda de um algodão embebido em água morna, massageie a região genital do filhote. Esse movimento simulará as lambidas da mãe e deve ser repetido cerca de 10 vezes ao dia nas primeiras semanas. Com essa atitude, você evitará que o pet sofra com cólicas, dores e possíveis complicações.  

5.Conheça o Orgamilk

Indicado para filhotes que precisam de complemento alimentar em casos de perda da mãe ou subnutrição, o Orgamilk é uma verdadeira demonstração de carinho para o seu pequeno pet.  

O suplemento vitamínico mineral aminoácido é indicado para filhotes de cães e gatos que necessitam de suporte nutricional na fase de amamentação até o desmame. O produto contém proteínas e vitaminas necessárias para o equilíbrio nutricional desde os primeiros dias de vida do pet.  

 Para conhecer outros produtos que vão levar ainda mais carinho e bem-estar para o seu pet, acesse o site da Organnact.

CATEGORIAS DO BLOG
PESQUISAR
ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

Veja Também