< voltar
05.07.2022 | Saúde e Desempenho

Alimentação de potros recém-nascidos: principais cuidados

alimentação de potros recém-nascidos

A alimentação de potros recém-nascidos é de extrema importância para sua fase de crescimento e desenvolvimento saudável

O nascimento de um potro é um dos eventos mais esperados pelos criadores, não é mesmo? Leia o material e entenda mais sobre os cuidados com a alimentação de potros recém-nascidos. 

Os primeiros dias de vida de um potro 

A fase de crescimento é de extrema importância para o desenvolvimento saudável dos potros. Por isso, é fundamental investir em programas de alimentação e suplementação adequados, a fim de prevenir deficiências de nutrientes que podem desencadear problemas ósseos e metabólicos. 

A placenta da égua é epiteliocorial, ou seja, entre a circulação fetal e a materna existem 6 camadas, sendo elas 3 fetais: estroma fetal, endotélio fetal e epitélio coriônico fetal; e 3 maternas: epitélio endometrial, endotélio materno e o estroma materno. Devido a essa característica, o potro não recebe imunização passiva durante a gestação e nasce com baixa quantidade de anticorpos no organismo 

Por isso, é necessário estimular a ingestão de colostro nas primeiras 4 a 12 horas de vida, para garantir que ele absorva os anticorpos presentes no leite materno e adquira proteção imunológica. O recomendado é que seja ingerido cerca de 1 a 2 litros de colostro, para que seja estabelecida uma concentração sérica adequada de imunoglobulinas no organismo do recém-nascido. 

O aleitamento materno 

Nas primeiras semanas de vida, o leite é o principal elemento que compõe a dieta dos potros, fornecendo os nutrientes essenciais para atender as exigências do organismo, uma vez que a microbiota do trato gastrointestinal desses animais começa a digerir as fibras de forma eficaz somente a partir do segundo mês de vida.  

Embora o leite materno possa ser considerado suficiente para atender as exigências nutricionais dos potros até o terceiro mês de idade. Existem situações em que os animais não têm esse alimento disponível desde o nascimento, como no caso de potros órfãos, ou têm disponível, porém em quantidade e qualidade inadequadas para atender as demandas nutricionais. 

Um potro pode ser considerado órfão por várias causas, incluindo morte ou doença da mãe, agalaxia (falta de produção de leite após o parto), rejeição pela égua ou transporte da mãe para longas distâncias, sem que ele possa acompanhá-la. Portanto, medidas rápidas são requeridas para manter a saúde do recém-nascido em tais situações. 

Uma das alternativas possíveis é a utilização de substitutos do leite, para prevenir deficiências de nutrientes e garantir o crescimento saudável do lactente. Foi pensando nisso, que a Organnact desenvolveu o Orgamilk Potros. 

O Orgamilk Potros 

Um suplemento vitamínico mineral aminoácido indicado para potros em fase de lactação até o desmame. Se utilizado de maneira adequada, atende todas as necessidades nutricionais dos recém-nascidos. 

Possui uma proporção ideal de cálcio e fósforo, favorecendo o desenvolvimento adequado das estruturas ósseas e articulares. E contém probióticos que auxiliam na manutenção da microbiota intestinal, evitando diarreias e melhorando a absorção de nutrientes.

É importante enfatizar que, apesar de ser um suplemento completo, o Orgamilk Potros não substitui o fornecimento de colostro da égua.

orgamilk potros

Acesse o site da Organnact para conhecer esse e outros produtos que melhoram o desempenho e qualidade de vida dos equinos!

CATEGORIAS DO BLOG
PESQUISAR
ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

    Veja Também